Biografia

    

Michael Wayne Atha, nascido em 30 de dezembro de 1979, filho de pai ausente e mãe garçonete. Yelawolf também conhecido como Catfish Billy nasceu em Gadsden, Alabama. Ele passou grande parte de sua infância em várias localidades ao redor do sul dos Estados Unidos, incluindo Baton Rouge, Louisiana, Atlanta, Georgia, Antioch e Tennessee. Ele também viveu por um tempo em Berkeley, Califórnia, onde acampava como uma pessoa sem-teto no Parque do Povo. Atha é de ascendência caucasiana e Cherokee, e o nome Yelawolf é uma referência às suas raízes nativa americanas. Quando perguntado em uma entrevista sobre o real significado de seu nome artistico Yela diz:  

"Yelawolf vem de origem Cherokee (indígena) misturado com americano, significa sol, poder, fogo, vida, conhecimento, é a habilidade que tenho em sobreviver em vários ambientes, vivendo e aprendendo sozinho".

Yelawolf é também um habilidoso skatista e desejava uma carreira de skate profissional, mas foi forçado a abandoná-la devido a uma série de lesões. Pra quem não conhece sua habilidade sobre o Skate aqui vai uma pequena demonstração:





Enquanto tentava se manter à tona em uma turbulenta e confusa vida familiar pelo abuso de drogas e álcool, ele se deparou com o Rap no Tennessee e logo isso se tornou uma obsessão, junto com o rock clássico (Lynyrd Skynyrd, Pink Floyd, The Allman Brothers) que ele foi criado.  

Em entrevista a revista Exclaim!, Atha fala de quando ele escreveu seu primeiro rap e suas primeiras influências:

"Eu me lembro que eu escrevi na quinta série. Eu queria fazer algo parecido com Ice Cube e N.W.A. e toda essa merda gangster que estava saindo da Costa Oeste na época"

Atha viria a ser suspenso da escola por causa do conteúdo das letras de seu primeiro rap, quando ele foi pego escrevendo-as dentro da sala. Yela explica como sua mãe o defendeu, lutou contra esta decisão e apoiou a sua expressão criativa:

"Minha mãe me levou de volta à escola no dia seguinte e pediu para que eu não fosse suspenso e que deixassem eu me expressar".  

A partir deste momento foram várias tentativas frustadas de conseguir se lançar no meio, Yelawolf viu que não seria fácil.

Entre idas e vindas, Yela  lançou em 2005 o seu primeiro álbum "Creek Water" de forma independente, o álbum que contém 16 faixas, trás um pouco da cultura, o modo de vida de Yelawolf, apesar de ter um bom conteúdo, o LP não conseguiu vendas expressivas.




Em 2007 assinou contrato com a Columbia Records, mas foi liberado da gravadora (que vinha sofrendo com problemas internos) no mesmo ano. Então em 2008 lançou a mixtape "Ball of Flames: The Ballad of Slick Rick E. Bobby" que continha uma faixa com a participação do também novato rapper B.O.B.




No ano de 2009 ele lançou uma mixtape numa espécie de tributo ao rock, intitulada "Stereo" em parceria com o Dj Ideal, onde colocou batidas clássicas do rock em sintonia com suas rimas.




Afim de chamar a atenção de alguma produtora, continuou na tentativa de lançar mixtapes que agradassem o público, Yelawolf lança então no começo de 2010 a mixtape "Trunk Muzik" que conta com a participação do respeitado rapper Raekwon na faixa "I Wish", a mixtape chamou atenção desta vez, o que fez com que Yela conseguisse o selo da Ghet-O-Vision Entertainment e Interscope Records.





Ainda em 2010, ele fez uma aparição no Bizarre Friday Night em St. Andrews , no álbum de Big Boi , Paul Wall e Juelz Santana . Sua mixtape, Trunk Muzik 0-60 , foi o seu primeiro projeto com uma grande gravadora, e foi lançado em 22 de novembro de 2010 sob o selo Ghet-O-Vision Entertainment e Interscope Records.



O sucesso veio então à tona, juntamente com o lançamento do clipe da faixa Pop the Trunk, Yelawolf chamou nada mais nada menos que a atenção do famoso rapper de Detroit, Eminem. Slim Shady viu ali um talento diferente, do qual gostou muito e o levou a assinar com a sua gravadora "Shady Records". Em entrevista à revista Vibe, Yelawolf disse que assinou com a Shady Records após uma reunião em Detroit com Eminem e o empresário Paul Rosemberg. 

"Quando eu liguei para minha mãe para contar, ela começou a chorar, ela estava muito feliz por mim. Ela sabe o quanto o Eminem é grande e nunca imaginou que eu chegaria neste nível", lembrou.

Yela foi destaque na capa da XXL na edição de março de 2011, ao lado de Eminem e dos novo companheiros de Shady Records, Slaughterhouse.

(Shady Records 2.0 na capa da XXL edição de março de 2011)


A partir daí, a mídia em torno do rapper do Alabama cresceu a passos gigantes, fazendo com que ele pudesse enfim, trabalhar no seu segundo álbum de estúdio "Radioactive" em seis anos, com a ajuda de Slim Shady. "Radioactive" é o segundo álbum de estúdio do rapper americano Yelawolf, lançado em 21 de novembro de 2011 pela Shady Records, e Interscope Records.

Durante uma entrevista, Yelawolf revelou que quase todas as faixas foram gravadas em Las Vegas Valley, Nevada, no período de duas semanas. O álbum estreou na 27 posição da Billboard 200 dos EUA, com 41.000 cópias vendidas em sua primeira semana. Até junho de 2012, o álbum vendeu 347.000 cópias nos Estados Unidos.



(Capa do segundo álbum de estúdio de Yelawolf, Radioactive *Versão Deluxe*)