Avaliação do "Love Story"

Como todos sabem, na última terça (21/04), Yelawolf lançou o “Love Story”, após ouvirmos o álbum algumas vezes, nós fizemos uma avaliação de cada música.


Confiram:

Outer Space: Introdução do álbum, a faixa é composta por um único verso, tem um som estritamente old-school. Yelawolf mantém muito bem a batida, o flow é muito interessante, e o refrão é super forte e envolvente. Boa maneira de abrir o álbum. Nota 8/10.

Change: Tem uma batida envolvente e com constantes mudanças no flow. Algumas modificações eletrônicas usadas para alterar a voz o Yela no terceiro verso e uma mensagem forte sobre ser o dono da sua própria felicidade. Nota 8/10.

American You: Flow é perfeitamente encaixado com a batida e a letra é excelente. Com certeza uma das melhores músicas do álbum. Nota 9.5/10.

Whiskey In A Bottle: Essa tem um refrão extremamente envolvente, o ritmo fica na mente. Uma boa letra com um ótimo flow. Yela captura a atenção do ouvinte nessa música. 8.5/10.

Ball and Chain [Interlude]: Com apenas um violão acompanhando o Yela neste interlúdio inteiramente cantado, Yela novamente prende a atenção do ouvinte que fica com vontade de ouvir mais. Nota 8/10.

Till It’s Gone: Essa canção descreve o conflito contínuo de Yelawolf com a fama, através das frustrações a ela associados, como, por exemplo, o sentido de dever para com as pessoas que conhecia antes do sucesso. Uma excelente música, com um ótimo flow e uma batida envolvente. A faixa também foi incluída, devido ao grande sucesso, como "faixa oculta" do Shady XV. Nota 10/10.

Devil In My Veins: Uma letra profunda, na qual Yelawolf expressa seus sentimentos sobre seus demônios e como estes irão levar a ações destrutivas, é uma música muito envolvente. Nota 10/10.

Best Friend: Eminem como sempre foi incrível, com um flow espetacular, indo de um ritmo calmo a um ritmo rápido e com raiva, mas Yelawolf conseguiu esculpir o seu espaço na canção. Uma das melhores do álbum. Nota 10/10.

Empty Bottles: O dinamismo contínuo da batida, acompanhado por uma sincronização perfeita da voz de Yela, consegue novamente prender o ouvinte. Quanto ao significado desta canção, Yelawolf tenta nos acompanhar em uma jornada para descobrir os pensamentos que estão em sua mente quando ele afoga seus sentimentos em álcool e como ele se sente depois de acordar no dia seguinte à ressaca. Nota 8.5/10.

Heartbreak: Yelawolf elabora uma obra prima. A batida é afiada, única. Yelawolf nos mostra a sua versão de "coração partido", e a dor causada por uma ruptura sentimental. Nota 10/10.

Tennessee Love: Essa faixa é uma balada sentimental dedicada à Fefe Dobson. A letra é excelente, com uma batida lenta que Yelawolf se encaixa perfeitamente. Ótima canção. Nota 9.5/10.

Box Chevy V: Nessa faixa você pode ouvir os diferentes tipos de flow, acompanhada por um refrão cativante e agradável. A batida é boa. Nota 8.5/10.

Love Story: A faixa-título, destaca o flow único de Yelawolf, com uma ótima letra, atraindo a atenção do ouvinte. O título resume a essência do álbum, educação, crescimento e desenvolvimento de sua carreira e a direção em que ele está se movendo. Nota 8.5/10.

Johnny Cash: Através de uma introdução eloqüente, Yelawolf nos fala sobre o sentimento que tem para entrar no palco. A escolha das palavras é meticulosa e, através da descrição dos detalhes que ele parece sentir durante seu show, Yelawolf pode levá-lo dentro de suas ansiedades. Nota 8.5/10.

Have a Great Flight: Batida envolvente e ótima letra. O tema principal da canção é a avó de Yelawolf, que ele gostava muito. Ele cita algumas lembranças de sua infância, como o arranjo dos antigos livros da avó e da felicidade dela em ver seu neto crescer. Nota 8.5/10.

Sky’s The Limit: É a única música onde há referências à política, em especial citando Obama e seu relacionamento com Jay-Z. Além dessas referências, o significado da canção segue a linha do sonho americano, de modo muito diferente de “American You”. Ele descreve, de fato, alguns aspectos da sociedade moderna que ele acha que devem ser mudados. As várias referências culturais, econômicas e sociais. Nota. 10/10.

Disappear: Nessa canção Yela abre as portas de sua alma, e conta as histórias de violência perpetradas por seu padrasto “Benny”. É uma música que toca o ouvinte de uma forma profunda. Nota 10/10.

Fiddle Me This: Fechando o álbum, uma canção rápida e um flow difícil, contém também um agradecimento especial ao mentor Eminem. “Obrigado por me deixar ser eu mesmo Shady”. Nota 8/10.

Classificação geral: 9

Para comprar o álbum, clique AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário