Bem-vindo ao Fan Site Oficial do Yelawolf no Brasil.

Fan Page Yelawolf Brasil Oficial

Confira o espetacular novo álbum do Yelawolf, Trial By Fire

7

9/20/2012

Hopsin diz que gostaria de fazer uma colaboração com Yelawolf.

Nos últimos dias Hopsin deu uma entrevista ao site Hard knock tv, onde durante a entrevista ele diz que  esta trabalhando em seu novo álbum, Hopsin comenta que seu álbum esta sendo produzido totalmente por ele, com exceção de uma faixa ou outra onde Travis Barker esta contribuindo; Alem disso Hopsin comenta que gostaria de fazer uma colaboração com Yelawolf, pois seria o único Rapper atualmente que ele anda "sentindo", segundo Hopsin ele já falou com Yelawolf, e os dois andam conversando para que a colaboração de certo.

9/18/2012

Yelawolf manda recado sobre sua nova turnê

No video que mostramos a seguir, Yelawolf da Boas Vindas a sua nova turnê, Slumerican, ele diz que esta em Atlanta, E.u.a, e diz que durante os próximos 4 dias não estará fazendo shows e pretende aproveitar pra curtir, andar de sk8 , ou algo do tipo.
Yela aproveitou para pedir para os fãs seguir no twitter e nas suas paginas da internet para saberem das novidades,  relembrando que junto com ele estará, Rittz, Trouble Andrew e Dj Vajra.



9/17/2012

Yelawolf divulga video promocional para sua nova turnê

Yelawolf acaba de compartilhar em seu facebook, um video promocional de sua nova turnê , Slumerican Tour. O video e uma parodia de Let's roll , com direito a líderes de torcida e orquestra.
Yelawolf começa sua turnê dia 18 de setembro e com ele se apresentarão: Rittz, Trouble Andrew, Dj Vjra. Quem tiver algum interesse em conferir as datas e os lugares que Yelawolf vai se apresentar, as datas da turnê já estão divulgadas em seu site oficial, www.yelawolf.com .

Confira o video aqui:

9/13/2012

Yelawolf orgulha-se de ficar longe de problemas


Se não tivesse sido por Axl Rose e Ice Cube, o público americano poderia conhecer Michael Wayne Atha como uma estrela Country ao invés de o protegido de Eminem no hip-hop conhecido como Yelawolf.

"Eu deveria ter sido uma estrela da música country", Yela disse ao The Daily Times durante uma recente entrevista por telefone. "Eu tive o local perfeito para fazer isso, ou até mesmo o rock 'n' roll. Mas então eu ouvi 'Appetite for Destruction' de Guns N' Roses, e isso era o meu material favorito. E então foi pouco depois disso que comecei a realmente entrar no hip-hop. Primeiro foi o NWA, e depois minha avó me comprou fitas do Onyx e Ice Cube para o Natal."


Se Eminem passou a representar a angústia e raiva urbana das grandes cidades que vivem os homens brancos americanos, Yelawolf passou a representar o mesmo para os rapazes brancos rurais do sul. Nascido em Gadsden, Alabama. Atha cresceu com raízes superficiais, cortando seus dentes em Skynyrd e se metendo em problemas desde os 11 ano, quando ele e amigos costumavam encher sacos de lixo com Freon e iam na floresta para ficarem "altos".
Tão caótica quanto a sua infância foi quando ele estava debaixo do dedo de sua mãe, sua vida em casa era amorosa e solidária, disse ele. Quando ele se viu gravitando na direção do hip-hop, nenhum dos membros de sua família tentou conduzi-lo para outra direção.

"Minha mãe foi super aberta para o que for. Nunca tinha pessoas me dizendo que não era legal. As pessoas estavam sempre me incentivando, mas o que me manteve longe de problemas acabou ficando comigo em problemas a longo prazo. Mas, então, a moeda virou de novo, e eu comecei a fazer dinheiro com isso."

Hip-Hop no Sul não é nenhuma anomalia, Atlanta vem produzindo alguns artistas por ano, que combinam o som e a sensação de Delta Blues, Muscle Shoals,Nashville e Carolina Stomp. Mas Yelawolf é o primeiro rapper branco de alto nível para abraçar completamente um sentimento de identidade geográfica em suas rimas. Ele é do Alabama, cresceu pobre, e ele nunca se envergonhou desse fato, ele disse.

"Quando eu tinha 13 ou 14 anos, eu comecei a realmente valorizar o local de onde eu vinha."

Yelawolf assinou contrato com a Shady Records, selo de Eminem, e passou a trabalhar com o "Radioactive", que foi lançado no ano passado. O álbum alcançou o No. 27 na Billboard Hot 200, algumas revistas o escolheram como um dos melhores rappers novos de 2011.

Ele não é o tipo de rapper que corre a boca para a imprensa e começa brigas com outros rappers, ele prefere manter a cabeça baixa, com os olhos na próxima linha de chegada e deixa que a sua música diga tudo o que precisa ser dito.

"Hip-hop é o núcleo do que eu faço. Eu sempre soube que as pessoas das ruas, e eu estive em algumas situações reais de perigo; na maioria das vezes eu ando para mim, e isso me ajudou a ser um exército de um homem só. Mas eu tenho um monte de pessoas que andam ou morrem por mim. Nós somos uma família, e nós não causamos problemas, nós apenas controlamos eles quando eles vêm para cima."

"Você tem que ter o respeito, cara. É isso que leva as pessoas para a maioria dos problemas no hip-hop, a arrogância e falta de respeito."

9/11/2012

Yelawolf fala sobre "Slumerican", e define show no Crossroads Huntsville Café

Yela explica o termo "Slumerican", que aparece em tudo, desde suas camisetas, até o nome de sua atual turnê.

"Foi realmente um jogo de palavras que eu fiz, e então eu havia feito em uma tatuagem. Eu pensei que era uma palavra que me descrevia muito. Então tornou-se um registro, que se tornou uma idéia e uma equipe e um estilo muito definitivo de pessoas que vibram comigo e com minha música. Pessoas que cresceram no mesmo tipo de merda que eu."

Yelawolf apareceu recentemente no Rock The Bells, prestigiado festival de hip-hop. O projeto incluiu alguns dos seus heróis, incluindo Nas e Method Man e Redman do Wu-Tang Clan, mas infelizmente a agenda de Yelawolf impediu-o de verificar essas apresentações.

"Nós geralmente perdemos coisas assim, fazemos o show, arrumamos as malas e caímos para a próxima cidade."


Perguntei para Yelawolf, o que ele pensa que esses dois gêneros (Hip Hip e Rock) musicais têm em comum.

"Eu acho que há um sentimento de blues em hip-hop e rock clássico, o segmento da luta americana e orgulho de onde você é. Há contos muito específicos, em um registro, como (o Lynyrd Skynyrd song 'The Ballad of) Curtis Loew' ou a narrativa de The Ghetto Boys".


Neste ano, Yelawolf lançou um vídeo de 11 minutos de terror para a música "Growin 'Up in the Gutter", de seu LP de 2011 "Radioactive", que foi lançado pela Shady Records de Eminem. Pelo que Yelawolf diz, aqueles ("Sexta-Feira 13" e "Pesadelo em Elm Street") filmes não tinham nada sobre sua infância.

"Morávamos na floresta, e havia um monte de merda acontecendo ao redor que a minha casa estava escura e fodida: as pessoas satânicas matavam vacas na floresta. Tinha também pessoas fazendo sessões espíritas, ouvindo Black Sabbath.."

Yelawolf com Rittz, Trouble Andrew e DJ Vajra
Quando: quinta-feira 20:00
Onde: Crossroads Café (115 Clinton Ave).
Quanto: $20 antecipadamente, no dia do show 25 dólares.
Detalhes: 256-533-3393, yelawolf.com

Fonte: al.com

Divulgada a capa do EP "Psycho White"

Depois de revelar a tracklist na semana passada, a dupla Yela & Travis, acaba de revelar a capa do EP "Psycho White", que tem lançamento previsto para o dia 13 de Novembro.

O responsável pela criação da arte é o designer gráfico e tatuador Franco Vescovi. 
Confiram a capa abaixo:

Foi divulgado também, o vídeo com a criação da arte:
E abaixo está a tracklist do EP:
1. "Push 'Em" - feat. Skinhead Rob & Tim Armstrong
2. "6 Feet Underground" - feat. Tim Armstrong
3. "Funky Shit"
4. "Whistle Dixie"
5. "Director's Cut" - feat. Michael Myers & Superman

9/07/2012

Yelawolf ainda busca aceitação em seu estado natal



MOBILE, Alabama - Yelawolf, o rapper nascido no Alabama, cujo olhar e som têm uma qualidade de lobo, digno de seu nome artístico, oferece o eufemismo do ano:

"A única coisa é que eu não sou tipo, o porta-voz ideal para o Alabama, você sabe", diz ele. "Eu não me pareço com eles, eu não falo como eles, eu não falo sobre coisas que as pessoas estão necessariamente orgulhosas."

"Então, eu não sou candidato a governador."

É parte de uma longa resposta a uma pergunta curta, sobre se este artista que está quebrado para a atenção nacional tenha ainda obtido o respeito que é devido em seu estado natal.

Mas em um sentido, a carreira toda de Yelawolf é uma resposta longa, em constante evolução para uma pequena pergunta: Pode um garoto branco do Alabama traduzir o seu amor pelo rap em uma carreira de credibilidade no rap? Ele pode, como uma espécie de Eminem do Sul, capturar a mistura de dois mundos de uma forma verdadeira?

A evidência está acumulando que a resposta é sim, mesmo se não é um sim que vem fácil. Yelawolf, nascido como Michael Wayne Atha em Gadsden, Alabama, tem obtido a aprovação de vários pesos pesados do rap, incluindo Eminem. E depois há os seus vídeos que – conforme eles saltam de uma linguagem onde os carros personalizados rolam das ruas urbanas para uma onde os 4x4 atravessam poças de lama - sugerem que esses dois mundos não são realmente tão longe um do outro, pelo menos para algumas pessoas.

Yelawolf, que irá aparecer sábado, 15 setembro, no Soul Kitchen Music Hall, parece ter pouca dificuldade para fazer o seu caso em pessoa, a julgar por sua aparência no início deste ano no Hangout Music Fest. Lá ele eletrificou uma multidão no festival Xbox Stage com um conjunto que teve The Doors para Johnny Cash para Easy-E para  Metallica para The Beastie Boys para Lynyrd Skynyrd.

"Isso foi agitado. Isso foi muito divertido.", Yelawolf diz, olhando para trás no show. "Eu definitivamente me entreguei muito no festival por trazer tantas pessoas para fora." 


Yelawolf em concerto com Rittz, Trouble
 Andrew e DJ Vajra.
09:00 sábado, 15 de setembro em Soul 
Kitchen Music Hall, 219 Dauphin St.
Ingressos: $ 18 antecipadamente, US $
 22 dia do show. Disponível em
 restaurantes Mellow Mushroom em
 Mobile e através do site
 menores de 18 anos devem estar
 acompanhadas pelos pais.


A resposta da multidão foi uma vívida ilustração do fato de que muitos ouvintes contemporâneos têm pouca consideração para fronteiras musicais que antes pareciam rígidas. Yelawolf gosta de aproveitar essa nova realidade.

"No iPod da minha irmã pequena... tem tipo, Justin Bieber, Steely Dan, Three 6 Mafia. Minha coisa toda é, eu sei o que você gosta de ouvir. Você pode ir à igreja no domingo, mas eu sei o que você está fazendo segunda-feira."

"Nós artistas, temos que escolher nosso tipo de fundamento... mas a maioria dos artistas apreciam muita música. Eu apenas exploro isso e uso no show. Porque eu sei que os fãs de hip-hop, especialmente no Sul, cresceram na mesma coisa que eu fiz.”


"Tipo, ninguém aqui é muito legal, você sabe. Você pode ser um fã de hip-hop e a pessoa ao seu lado pode ser um fã country. Deixe-os se sentirem bem-vindos. Estamos todos aqui para a festa e para se divertir."

Seu próximo show vai se concentrar mais em sua música original. Mas há, também, uma grande variedade. Yelawolf é um cara prolífico: O desafio é fazer tudo lá fora.

"Você vai ouvir 'Trunk Muzik', 'Radioactive', você vai ouvir as músicas de 'Heart of Dixie'. Você vai ouvir o projeto 'Psycho White', eu vou estar fazendo todo o meu novo material".


Você precisa de um cartão de pontuação para acompanha-lo, ele tem muitos ferros no fogo. "Trunk Muzik" é uma mixtape inovadora que ajudou a lançá-lo, uma continuação, "Trunk Muzik Returns", está em andamento. "Radioactive" é o álbum de estúdio que ele lançou no ano passado pela Shady Records de Eminem, ele está esperando um ano para lançar o seguinte. "Heart of Dixie" é uma mixtape lançada neste verão, em que ele transmite um pouco de sua frustração com a indústria da música, entre outras coisas. "Psycho White" é uma colaboração com Travis Barker do Blink-182, com cinco canções no EP, ele deverá ser lançado em breve.


"Acabamos de filmar três vídeos para ele, e cara, eu acho que estou mais animado com este EP do que qualquer coisa que eu já fiz". Eu tenho realmente uma energia  de rock and roll sobre a maneira que eu executo. Eu gosto de música intensa, e eu encontrei o parceiro ideal para fazer isso acontecer. Acho que as pessoas realmente vão gostar disso. "

Será que vai conquistá-los de amor em seu estado natal? Tem-se a sensação de que ele não está segurando a respiração, mas ele não vai desistir da luta, também.

"Alabama foi realmente a última a bordo comigo", diz ele.

"Quando Ruben Studdard estava prestes a ganhar 'American Idol', ele tinha cartazes em todo Alabama. Mas Ruben Studdard estava cantando canções bonitas e sorridentes. Ele não falava palavrões e não tinha tatuagens. É tudo de bom."

"Eu só quero que as pessoas saibam que eu tenho orgulho de ser do Alabama e eu estou fazendo algo especial. Eu tenho a oportunidade de abrir uma porta, uma porta para nós, de certa forma.”

"Eu realmente valorizo de onde eu sou. Eu levo isto nas minhas costas, em todo lugar que eu vou."


Fonte: al.com