4/28/2012

Yelawolf no Sucesso aos 30, Twitter e trabalho em seu novo álbum, Love Story.


Conversando ao telefone com o Rapper do Alabama, Yelawolf, nascido Michael Wayne Atha, é como se encontrar com um velho amigo, depois de nossos 45 minutos de conversa, parecia que eramos. A personalidade carismática e recepcionista dele quebra a barreira rígida entre um entrevistador e um performer. Pelo menos quando você não esta enchendo o saco dele com uma série de perguntas previsíveis.

"Eu não sei quantas vezes eu tenho que explicar meu nome artístico" diz Yelawolf. "Ou o número de tattoos que eu tenho."

Falando claramente dos inúmeros tópicos repetidos, nós falamos da loucura que é o twitter, o seu álbum de lançamento, Love Story e seu sucesso musical aos 30.

Hoje a noite, Yelawolf está se apresentando no Culture Room, em Fort Laudardale em suporte ao seu album de estúdio Radioactive. Mas antes de ganhar notoriedade, o rapper certamente teve de pagar suas dívidas na estrada como um ato de abertura. Para falar, não foi sempre uma experiência relaxante .

"Fazendo a abertura para um grupo (como Wu-Tang) é sempre cabrero. Especialmente no Hip-Hop," ele explica. "A platéia é difícil e é muito fácil deles jogarem coisas ou vaiar."

Yelawolf relembra quando abriu para Raekwon em New York City. Cedo naquele dia, ele disse a um executivo, que iria se manter sem nome, para que chutasse pedras após seu pedido de uma performance no seu escritório. Em vez disso, ele convidou o executivo para o show dele e ver sua performance. No tempo, Yelawolf estava em turnê com uma banda completa que inclui um tocador de Banjo, violinista, e tambores de aço e quando ele saiu para se apresentar, as coisas deram errado.

"Eu subi no palco e disse, 'E ai? Eu sou o Yelawolf, e essa é a minha primeira vez no Alabama...'" a voz dele travou e ele entrou em risos."Eu estou em New York e chamei o lugar de Alabama. Imediatamente coisas começaram a serem jogadas. Eles estavam me vaiando pra fora do palco. Isso foi tudo antes da minha primeira música, eu tive que brigar muito naquela noite."

"Todo mundo tem seu tempo," diz Yelawolf. "Graças a Deus não foi em frente as câmeras aos 18."


Hoje em dia, os gostos musicais são muitas vezes influenciados por uma tendência ou um truque. As gerações mais jovens provavelmente ficam mais impressionados com rappers de 18 anos de idade, vestindo roupas chamativas em vez de alguém que realmente esteja trabalhando duro em seu ofício. Infelizmente, é apenas a natureza da besta, mas também é fugaz.

"Com certeza, muitos desses garotos de 17 ou 18 anos estão fazendo um ótimo trabalho. Eu vejo o talento deles. Mas você deve se perguntar o que eles irão estar fazendo em 2 ou 3 anos." diz Yelawolf. "Estou feliz por eles, mais me sinto mal por eles. Você realmente não sabe aonde eles estão indo."

Yelawolf não é sobre as tendências ou truques. Ele orgulha-se do círculo de pessoas que ele envolveu-se com e para quem ele escolhe trabalhar. Eles são raros. E é isso que está trabalhando Yelawolf: a sustentabilidade.
"Honestamente, você não consegue ver através do sucesso até você chegar aos 30," ele diz."Você começa a entender você mesmo aos 27 quase. Tudo começa a fazer sentido. Então eu realmente aprecio aonde estou. Musicalmente, mentalmente, artisticamente. Eu estou confortável comigo mesmo.

Não é segredo nenhum que a mídia social tem repaginado nossa sociedade. Algumas pessoas dizem ser uma boa coisa; outros não querem nada com seu mundo do Twitter. Mudou o jeito em que interagimos um com o outro e também nos deu acessibilidade a celebridades, músicos, performers, etc., isso nunca existiu. Depois de twittar sobre estar tomando café da manhã, você pode tentar uma conversa com Lady Gaga ou Rihanna”.
No entanto, quando se trata de Twitter e Facebook, Yelawolf desvia-se de usá-los. Depois de levar as coisas muito pessoalmente e verificando constantemente o seu telefone, ele sentiu que era hora de desligá-lo. E 11 meses depois, teve efeito zero sobre a sua carreira. Os fãs ainda estão lá e ainda aparecem em seus shows.

"Claro que é uma ótima ferramenta de divulgação. mas a insanidade que temos para os artistas e muito grande." ele diz. Você nao quer realmente conhecer Jim Morrison, ou Jimi Hendrix. E se você não curte eles? Você ainda gostaria das músicas dele se vocês soubessem o que está na cabeça deles 24/7. Até mesmo o Dr.Dre ou Eminem."

Apesar de seus desinteresse por Twitter, Yelawolf reconhece a importância da internet em suas carreira. Sem a internet fãs de todo o mundo não teriam acesso a sua música sem um selo com uma gravadora. Por isso, ele é agradecido e por causa da grande escala de acessibilidade, Yelawolf está com uma quantidade diversificada de fãs que se agarrou ao seu som e estilo.
Por mais que Radioactive, foi lançado em Novembro, Yelawolf já esta voltando ao estúdio para gravar seu novo álbum, Love Story. Para alguns, isso pode soar cedo, já que ele ainda esta em turnê com o seu primeiro disco. Mas ele diz estar inspirado a escrever algo novo e que ele sabe que já é tempo para um novo álbum. No entanto. nesse novo álbum, ele não vai seguir nenhuma fórmula ou regras.

"Provavelmente vai voltar às raízes em um presente ...", diz ele. "Eu acho que você poderia dizer que eu me importo menos. Radioactive tinha um propósito. Foi minha rotação em faixas de rádio. O álbum foi construído para testar as águas. Assim, com o Love Story, criativamente falando, não há nenhuma diretriz. Apenas paixão em linha reta. "
Yelawolf certamente viveu grande sucesso no ano passado e só continua a subir, mas ele continua humilde. É sobre a música para ele, não necessariamente sobre a fama. Seu som está em constante evolução e ele está ansioso para experimentar diferentes projetos. E ele é grato que seus fãs são tão complacentes com seu desejo de sempre experimentar coisas novas. Embora não possa ser em uma faixa, eles ainda estão mostrando apoio para a próxima coisa que ele põe para fora. Quer se trate de uma música Punk com os Transplants (ele deu a entender que pode realmente vir a ser concretizada) ou algo com Willie Nelson, Yelawolf se recusa a manter-se para trás.
"Na outra noite, uma garota teve as palavras Wolf Pack tatuadas em seu peito. E na sua camisa era uma foto do meu rosto com as palavras White Trash.O que diabos eu criei? É uma loucura. Mas é uma benção ", diz ele. "Eu vejo os fãs com tatuagens sobre mim ou por mim ou até mesmo literalmente do meu rosto e isso me faz sentir como se eu tivesse feito uma ligação com as pessoas. E isso só faz crescer."

Nenhum comentário:

Postar um comentário