12/07/2011

Yelawolf Fala sobre Throw it Up para Shady 45



No vídeo ele fala mais ou menos o que trouxemos anteriormente no Especial Radioactive, ele disse que foi uma colaboração que ele sabia depois de 10 minutos que tinha escutado a musica, ele sabia que aquilo tinha acontecer, com a participação dos dois (Eminem e Gangsta boo).  Ele comenta o fato de ninguém nunca ter visto o Eminem nesse estilo de musica, um estilo mais baladeiro, do sul, diferente do que ele esta acostumado a fazer.

Yelawolf conta como Boo se envolveu no projeto, ele disse ter encontrado ela e ter falado o quanto era fã e que gostaria de fazer algo com ela, e quando escutou a música ele sabia que era nela que Boo iria participar, pois a faixa seria algo grande e especial. A respeito de Marshall, foi de última hora, ele não sabia como iria colocar o Eminem na música, teve dúvidas de que se ele aceitaria pois é bastante diferente do Eminem e ele tinha quase certeza que sairia um não. Ele menciona que mostrou a música para o Marshall e ele ficou meio em dúvida e ele dizia "Vamos lá cara, eu preciso disso", mais ele não sabia realmente a opinião do Marshall pois ele tinha escutado a música em sala separada, ele brinca a respeito disso falando que Marshall se tranca em "cavernas de pintos escuras"  com as luzes apagada para compor e que quando ele esta escrevendo algo ele apenas estralas os dedos sem parar, pede por canetas e escreve tudo na palma da mão, para completar   Yelawolf brinca que não sabe como Eminem ainda não teve algum problema de pele com o número de vezes que ele escreve versos na palma de sua mão.

Voltando ao assunto, yelawolf diz como foi gratificante ter Eminem na música, o quanto ele detonou e sabia que a música seria tudo o que esperava, voltando a brincar dizendo que não sabe de onde Eminem surgiu com esses versos e que Marshall não faz duetos com eles por eles serem meros mortais comparados a ele, Para finalizar ele fala que seu cd já esta nas lojas e tocam a musica em Homenagem a entrevista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário